12/03/2010

Para não estranhar

Na Quarta também há arte espectacular... Bernardo Sasseti Trio

Motion é o novo trabalho de Bernardo Sasseti


Passados sete anos sobre "Nocturno", um dos discos de jazz instrumental português mais vendidos de sempre, aclamado pela crítica nacional e estrangeira, o Trio de Bernardo Sassetti voltou ao estúdio, em Outubro de 2009, para gravar "Motion”.

Este registo, de um dos mais duradouros agrupamentos do jazz português, será editado com a chancela da Clean Feed e apresentado ao vivo nos dias 10, 12 e 16 de Março em Lisboa, em Águeda e no Porto respectivamente.

Com uma história comum e longa, este trio composto por três músicos de excelência, Bernardo Sassetti, Carlos Barretto e Alexandre Frazão, destaca-se, não apenas pelo vistuosismo dos sesu intérpretes mas também pela cumplicidade e pela soma das partes nunca ser igual ao todo, ”Motion” é "a representação máxima da ficção, da introdução do espaço e do momento, do diálogo simultâneo, da provocação artística e da procura conjunta de novos caminhos". A música que podemos encontrar em “Motion” é o equilíbrio entre a improvisação e a composição entre a necessidade de encontrar novos caminhos e um profundo respeito pela história da música.

Neste disco, como não poderia deixar de ser, podemos encontrar paisagens sonoras carregadas de imagens. Tal como em "Ascent", de 2006, obra em que Bernardo Sassetti materializa uma relação profunda entre música e imagem (da fotografia e do ... cinema). Neste "Motion" revela-se também a fase criativa do compositor e pianista "em que a música acompanha uma narrativa fragmentada, tal como uma montagem contemporânea do cinema". O inspirador desta contaminação da música pela imagem, segundo Bernardo Sassetti, foi o falecido cineasta português José Álvaro Morais, cujo filme "Quaresma", de 2003, contou com música original do autor de "Ascent".
Os temas que compõem "Motion" são, segundo o próprio, "música que nasce do nada, ideias que decorrem do pensamento e da imagética do inconsciente", em busca das múltiplas verdades da música. Componente indispensável do trio, o improviso é encarado como um meio de aproveitar o erro e "conseguir transformá-lo em música, dar-lhe um sentido, construir sobre ele".

Passaram sete anos, uma volta completa de Saturno. Uma nova fase deste trio e um regresso de Bernardo Sassetti ao piano..



Fonte: http://blogmusica-portuguesa.blogspot.com/2010/02/bernardo-sassetti-trio-motion.html


Sem comentários: